Antônio Viapiana partiu da cidade de Mantova, região da Lombardia na Itália, com 10 anos e chegou ao Rio de Janeiro em 1978, dirigindo-se à Colônia Caxias, hoje Flores da Cunha (Rio Grande do Sul), local onde foi e ainda está instalada a vinícola Viapiana. Passada de geração para geração, a paixão pela produção de vinhos foi a motivação para, em 1986, ser elaborada a primeira safra da vinícola. Percebendo seu potencial em produzir vinhos diferenciados e de alta qualidade, a família iniciou sua busca constante por vinhos de excelência e, em 2009, lançou o primeiro Marselan, uma uva pouco conhecida até então, mas que se tornou sua marca registrada nos vinhos tintos. Em 2012, iniciaram a elaboração de espumantes pelo método tradicional, também chamado de champenoise, que confere características únicas aos rótulos devido ao contato prolongado com as leveduras, após a segunda fermentação.