Antônio Pizzato chegou da Itália em 1875 e começou o plantio de uvas da família. Durante a década de 80, Plinio Pizzato, neto de Antônio, reconduziu os vinhedos para conduções verticais, melhorando a qualidade das uvas. O projeto da vinícola tomou forma com a compra de um antigo prédio da Vinícola Garibaldi. Assim, em 1999, a Família Plinio Pizzato constituiu a Pizzato Vinhas e Vinhos. Os integrantes da família são os responsáveis por todo o processo que faz do vinho uma bebida de identidade única, desde o cultivo das uvas à elaboração e comercialização dos vinhos.