A cachaçaria da Engenho Pequeno está localizada na Fazenda Guadalupe, em Pirassununga, cidade famosa pela produção, desde 1959, da cachaça 51. Apesar da associação com cachaça industrializada, toda região tem tradição em produzir cachaças artesanais em empresas familiares, a maioria fundada por descendentes de italianos.

Em 1945, Laurindo Foltran comprou a Fazenda Guadalupe e montou uma destilaria para produzir aguardente. Durante quatro décadas, teve muito sucesso vendendo sua produção para outras empresas da região. Contudo, após muitos anos de progresso, realizou sua última safra no ano de 1987. Então, nos anos de 2007 a 2008, foi retomada a tradição de mais de 80 anos com a construção de um novo engenho artesanal nas mesmas terras, simbolizando um antigo ideal de recuperação da tradição artesanal.

Nessa nova fase, seu genro, Fernando, e seu neto, Gabriel, retomaram o ofício familiar com a construção de um novo engenho e a instalação de um alambique de cobre para fabricar as cachaças Engenho Pequeno e Patrimônio, produzidas com leveduras comerciais selecionadas e maturadas em madeiras nacionais. Na Fazenda Guadalupe, em parceria com a empresa Espíritos Brasileiros, também é feito o primeiro gim artesanal brasileiro, Virga, receita que leva zimbro, sementes de coentro, sementes de pacová e um blend de cachaça armazenada em jequitibá-rosa produzido no local.